Home / Destaque / Ao lado de Bolsonaro, Caiado participa de solenidade do Exército em Goiânia

Ao lado de Bolsonaro, Caiado participa de solenidade do Exército em Goiânia

Organização militar passa a ter como comandante o general de brigada Carlos Alberto Rodrigues Pimentel. Deixa a função general de divisão Gustavo Henrique Dutra de Menezes. Com sede na capital goiana e unidades em outros dois estados, Comando de Operações Especiais possui preparação para cumprimento de missões operacionais terrestres. Durante solenidade, Bolsonaro cita compromisso com estado democrático. “Sempre estivemos e estaremos dentro das quatro linhas da nossa Constituição”

O governador Ronaldo Caiado, ao lado do presidente da República, Jair Bolsonaro, participou, na manhã desta sexta-feira (27/08), da solenidade militar de passagem do cargo de comandante de Operações Especiais do Exército Brasileiro. A cerimônia ocorreu na sede da unidade, localizada no Jardim Guanabara, em Goiânia. O evento marcou a transmissão solene do cargo, realizada pelo general de divisão Gustavo Henrique Dutra de Menezes para o general de brigada Carlos Alberto Rodrigues Pimentel. A cerimônia teve ainda demonstração de salto livre operacional com paraquedistas especializados e inauguração de fotografia na galeria dos ex-comandantes da instituição. O presidente Jair Bolsonaro reforçou o compromisso com a carta constitucional e enalteceu a atuação dos soldados na defesa da ordem e da liberdade. “Nós sempre estivemos e estaremos dentro das quatro linhas da nossa Constituição. A certeza de termos um futuro promissor passa pelo soldado brasileiro. Que ele seja um anônimo, mas, na verdade, é um gigante na defesa de sua pátria”, assinalou.

Nomeado para assumir o Comando de Operações Especiais (COpEsp), o general de brigada Carlos Alberto Rodrigues Pimentel, natural de Ponta Porã (MS), é membro do Exército desde 1985 e relembrou a trajetória do serviço especializado que completará 65 anos de existência no próximo ano. “O COpEsp é um sonho antigo: uma grande unidade operacional que conseguisse congregar todas as capacidades das operações especiais do combate moderno. Hoje é uma realidade”, destacou ao se reportar à história de quase 20 anos da unidade. O general Gustavo Henrique Dutra de Menezes, que deixa a função, definiu o momento como o fechamento de um ciclo caracterizado por “profunda realização profissional e sentimento de gratidão” e destacou o comprometimento da equipe. “A vibração constante, mesmo nos momentos mais difíceis, mostra que temos o que há de melhor entre os combatentes”, salientou. Nascido no Rio de Janeiro, atua no Exército desde 1984. O comandante Militar do Planalto, general de divisão Rui Yutaka Matsuda, dirigiu-se ao ex-comandante. “Pela sua liderança, a tropa tornou-se cúmplice de seus valores.  Sonham em fazer deste um Brasil maior, soberano e justo”, destacou ao proceder a leitura de elogios dentro do protocolo solene.

OPERAÇÕES ESPECIAIS – Com sede em Goiânia, o Comando de Operações Especiais (COpEsp) integra a estrutura do Exército Brasileiro e compreende organizações militares com capacidade de atuação operacional independente e integradas por unidades de combate e de apoio. O COpEsp está subordinado ao Comando Militar do Planalto, integra a Força de Ação Rápida Estratégica do Exército e está preparado para o cumprimento de missões operacionais terrestres. O Comando de Operações Especiais possui as seguintes organizações subordinadas localizadas em Goiânia: 1º Batalhão de Forças Especiais; 1º Batalhão de Ações de Comandos; 1º Batalhão de Operações Psicológicas; Batalhão de Apoio às Operações Especiais; Base Administrativa do Comando de Operações Especiais; Companhia de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear; 6º Pelotão de Polícia do Exército. Ainda vinculado ao Comando, o Centro de Instrução de Operações Especiais fica em Niterói-RJ e a 3ª Companhia de Forças Especiais está situada em Manaus-AM.

Estiveram presentes à solenidade também o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno; o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, general Luiz Eduardo Ramos; o ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni; o ministro do Superior Tribunal Militar, o juiz-auditor José Barroso Filho; o comandante do Exército, general Paulo Sérgio de Oliveira; o subcomandante de Operações Especiais, coronel Martins Mota; o chefe do Departamento de Engenharia e Construção do Exército, general Júlio César de Arruda; o presidente da Fundação Habitacional do Exército, general Araken de Albuquerque; o secretário de Estudos Estratégicos, general Eduardo Pazuello; o chefe do Centro de Doutrina do Exército, general Sérgio Luiz Tratz; o comandante da Brigada de Infantaria Paraquedista, general Helder de Freitas Braga. Participaram ainda o comandante de Operações Terrestres, general José Luiz Freitas; o eterno comandante da Escola de Sargentos das Armas, general Luiz Carlos Pereira Gomes; o eterno comandante do Comando de Operações Especiais, general Antônio Marcos Moreira; o adjunto do Comando de Operações Especiais, primeiro sargento Claudiomar Viana da Silva; o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Duarte Guimarães; o secretário de Estado de Segurança Pública, Rodney Miranda; o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz; os deputados federais Major Vitor Hugo, Magda Mofatto, Glaustin da Fokus, João Campos e Aluísio Guimarães Mendes Filho; o ex-piloto de corridas automobilísticas, Nelson Piquet; além de demais autoridades das Forças Armadas, lideranças políticas e da segurança pública, e convidados. (Fonte: SECOM-GO, fotos Cristiano Borges)

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Os campos obrigatórios estão marcados com *

*